domingo, 31 de maio de 2009

Bestiário íntimo do homem

Amiga-colorida: Ser mítico dotado de escamas de peixe e de coloração variada. Espécie larval de Namorada (ver “Namorada”) que ainda não desenvolveu seu órgão produtor do pó amarelo e possui uma capacidade muito limitada de causar ilusões. Há os que dizem que é uma das formas mais estáveis do que pode vir a se tornar uma Namorada, mas essa leitura tem também seus críticos que insistem na estabilidade e na dificuldade de se mudar a natureza desses seres. Geralmente tendem a ser muito bem animadas e festivas, embora sua pele escamosa as torne extremamente escorregadias. Existem variações com graus afetivos diversos: a “peguete” e “trepete”.


Amante: Criatura alada ou serpentina mal bem-resolvida ou bem mal-resolvida em caráter sexual e psíquico com quem se exerce o degustar e regurgitar de flúidos corpóreos.
Variante serpentina: Súcubo – Demônio feminino que se esgueira pela noite copulando com homens de caráter fraco, perturba-lhes o sono e incute pesadelos.
Variante alada: Íncubo – Demônio masculino dotado de asas escamosas que pousa sobre corpos jovens de meninas e mulheres cujas mentes possam sintonizar. Perturba-lhes o sono e sua ação tende a deixar lençóis molhados na manhã seguinte. Contrariamente à súcubo, os íncubos tendem a causar sonhos agradáveis.


Ex-namorada: Espécie multiforme de criaturas dotadas de capacidade de leitura mental dos que já sofreram seus ataques. Esse estranho e complicado efeito ou capacidade, muitas vezes, pode vir a se manter por anos. Têm forte tendência à agressividade. Existem relatos de vítimas que juram terem podido - entre as espécimes de natureza superior - domesticar e conviver de maneira pacífica após um ou às vezes mais de um ataque da mesma criatura.


Namorada: Forma larval da Noiva (ver Noiva). Essa criaturinha borboleteante tende a depositar um pó amarelado muito fino que, por meses ou anos, pode causar os mais diversos efeitos nos que travem contato com elas. Geralmente dóceis e amáveis tendem a gerar ilusões com graus variáveis de persistência. O efeito imediato de seu primeiro ataque costuma ser uma espécie songa-monga de euforia abobalhante. Existem relatos de que algumas da espécie não geram ilusões, mas têm a capacidade efetiva de influenciar e modificar a realidade. Ainda não se tem certeza de que esta não seja apenas uma questão de ilusão extremamente persistente.


Noiva: Forma idílica e pueril da Esposa (ver Esposa). Essa forma avançada da Namorada existe enquanto potencial e, à medida em que esse potencial não se cristaliza em Esposa, seu temperamento tende a tornar-se agressivo. Possui exatamente as mesmas características descritas anteriormente para a Namorada (ver Namorada), com a agravante de que seu humor, quando contrariado em sua expectativa inicial, costuma exalar uma densa fumaça negra que tem a capacidade de enegrecer o ambiente ao redor. Algumas representantes da espécie não apenas têm garras como também presas tão bem afiadas que suas vítimas só sentem que estão cravadas quando tentam se mexer e acabam se ferindo.


Esposa: Forma desenvolvida de criatura mágica. Amálgama entre doce donzela, bruxa má, grande rainha e velha sábia. Suas atitudes, como grupo, podem ser consideradas caóticas, ainda mais se considerarmos a atmosfera das expectativas similares sob as quais todas nascem. Com o tempo tendem a excretar, por sua pele, pequenas criaturas parecidas (em geral) com suas vítimas. Esposas são seres territorialistas, que vivem em nichos e exercem uma forte influência sobre a área em que se instalam. Possuem a capacidade de mudar de forma de acordo com seu humor e também através do tempo. Existem relatos, em muitas culturas latinas, de variações de belas donzelas em gigantescos dragões de pele oleosa.


Ex-esposa: Forma menor da Sogra (Forma suprema da esposa?). A ex-esposa não evolui em Sogra. Figura mítica serpentiforme, geralmente portadora do mal absoluto. Ao contrário das Súcubos, que injetam veneno somente por suas presas, as Ex-esposas exalam periodicamente veneno de sua pele na forma de óleos de coloração que varia do verde ao laranja-avermelhado. Esses óleos costumam envenenar o ambiente ao redor e afetam principalmente as mentes infantis, embora também exerçam forte influência sobre os membros de seus clãs. Essas figuras demoníacas têm a tendência cultural de seqüestrar as crias de suas vítimas, além de toda uma lista de perversidades a que se encontram sujeitas. Existem raros relatos, no extremo norte europeu, de Ex-esposas que puderam ser domesticadas.


Sogra: Criatura serpentiforme multicéfala. Suspeita-se de que a Sogra seja uma evolução da famosa Hidra de Lerna, sem a capacidade de possuir uma cabeça imortal. Suas várias cabeças podem atacar simultaneamente sob diferentes pontos ou em diversos aspectos. Algumas, principalmente com o tempo, exalam um forte odor que inibe alguns músculos da face de suas vítimas, primordialmente os responsáveis pelo sorriso. Devido à dificuldade de se aproximar dessa variante, pouco sabemos sobre seus hábitos diários, embora hajam suspeitas, entre os poucos estudiosos, de que ela tenha a tendência a agir de forma focal sobre vítimas específicas durante anos. Há pouquíssimos relatos de uma espécie superior de Sogra que se manifesta na forma de uma boa e frágil senhora – geralmente dotada de bochechas rosadas e vestidinhos florais em tons pastel – que, ao contrário de suas irmãs mais conhecidas, possuem forma humana (ou podem assumir essa forma e mantê-la por anos) e muitos conhecimentos úteis sobre as Namoradas, Noivas e Esposas. Algumas Sogras podem possuir poderes oraculares.

Conto e Receita: ®Ҝ

10 comentários:

Nath disse...

Primus!!!!! Quanta criatividade!! gostei muito... estava ou está inspirado? Só não entendi porque este texto data do dia 31 de maio....
bjs bjs bjs!!!!!

Renato Kress ®Ҝ disse...

as datas estão retroativas. tem um aviso no blog...

Ana disse...

nossa que imaginaçao fértil. Mto bom.
bjoss, Carol

celia_marli disse...

Caro escritor, dessa vez vc se superou ... Parabéns! Te daria mais que 10.
Estou esperando o " Bestiário íntimo da mulher"
Beijos.

Horizonte disse...

Sensacional, Kress... quase próximo da realidade - apenas menos grave e mais romântico que ela. abç.

Cynthia disse...

vc conseguiu passar bem a mensagem. gostei da forma em que colocou as palavras, hauhauah. ri bastante.

beijos

m disse...

Excelente! Parabens! Mantive contato recentemente com o que acreditaria ser um híbrido Amiga-colorida/Amante. Acredita ser possível? Pavoroso, meu jovem!
Abçs.

Adriana disse...

Muito bem escrito, brincou com as palavras e usou de uma criatividade esplêndida. Ri muito aqui.
Parabéns

rafaelinha disse...

MUITO interessante, um dos melhores sem dúvidas!

Bianca Voloski disse...

Oh God... que mapinha turvado! Só fico imaginando o que poderia ter acontecido pra borrar com águas tão turvas um território tão lindo.

Se você pudesse transformar 12 contos do Café com Conto em curtas-metragens, quais seriam?